Komah: pequena casa de culinária coreana que fica entre o Bom Retiro e a Barra Funda surpreendente amantes da boa cozinha com preços convidativos

Komah: Uau! Você tem de conhecer este restaurante e ponto final! É a melhor comida asiática na cidade, e você não ficará pobre para saborear os deliciosos temperos do chef Paulo Shin, que passou por casas renomadas como o D.O.M e o Le Coq Hardy.  O Komah é surpreendente, e ainda que desconhecido e localizado entre o Bom Retiro e a Barra Funda, tem clientela cativa, que aceita esperar, em certas ocasiões, mais de 1 hora, por uma mesa na pequena casa que conta com 30 lugares. Dica: se não quiser esperar, chegue entre 18:30 e 19hs, do contrário, relaxe e curta os bons drinks da casa nos bancos e cadeiras a disposição na calcada, enquanto enfrenta a espera. Ficamos tão impressionados com o sabor dos pratos, com os drinks, e com o atendimento que voltamos 3 vezes ao restaurante em 3 semanas. Ontem, trouxemos um casal de amigos, e a avaliação foi das mais positivas. Assistimos uma peça no teatro da Aliança Francesa no centro, que fica a poucos minutos do restaurante, e fomos correndo para o Komah. Chegamos as 20:30, e já tinha uma boa fila de espera. Esperamos nossa mesa por 1 hora, mas demos sorte de conseguir bancos e cadeiras na calçada, e por isso, já pedimos a 1º garrafa de vinho branco da noite. Fomos de menu degustação (R$80 por pessoa) que tem custo mais elevado do que se pedíssemos um prato e dividíssemos uma entrada, mas que, na minha opinião, é obrigatório na 1º vez por aqui, já que permite experimentarmos os principais pratos da casa. Ainda na espera, chegaram as porções de conserva, deliciosas, que sofrem pequenas variações de um dia para outro. Ontem nos foi servido manjubinha, uma espécie de acelga coreana temperada, nabo temperado, shimeji, e raiz de lótus. Tudo picante, saboroso e delicado, que é, inclusive, o mote da casa. Quando as entradinhas terminaram, fomos chamados para nossa mesa, e então, chegou o Steak tartar que é preparado com carne congelada, pera asiática e gema de ovo curada no shoyu. Eu amo o prato e digo com convicção que é um dos melhores de SP! Na sequência, chegou o Samgiopsal, que é o prato mais divertido do cardápio. Eles servem dois tipos de folhas de alface diferentes, que devem ser utilizadas para montarmos à mesa, enroladinhos de pancetta assada e glaceada no molho gochujang, juntamente com arroz temperado com gergelim, cebolinha temperada, e pasta de pimenta. O próximo prato é o carro chefe da casa.  O Kimchi Bokumbap é feito com arroz salteado com kimtchi coberto por uma omelete cremosa. Simplesmente, incrível! Para finalizar, chegou o Galbi jim, que nada mais é do que Costela bovina braseada com molho shoyu e gengibre, que deve ser misturada à arroz e alface temperada. Não consigo traduzir em palavras o prazer que sentimos ao saborear todos estes pratos, mas de qualquer maneira, o Komah recebe a melhor avaliação para o sabor da comida já concedida por este blogueiro, e se junta à um seleto grupo de restaurantes famosos e cultuados da cidade😉 Por isso a minha sugestão é que deem um pulo no restaurante e provem por vocês mesmos. Desta vez não comemos sobremesa, nem tomamos os drinks da casa, mesmo porque acabamos encarando uma 2º garrafa de vinho branco, que acompanhou muito bem o menu degustação. Se for experimentar algum drink, minha recomendação é o Soju Tônica Gengibre, que é feito com soju (um destilado coreano), água tônica e geleia de gengibre. Para finalizar esta avaliação, o atendimento é próximo e simpático, porém, é importante saber que em certos momentos, tudo fica bem corrido no restaurante, então vá com calma e paciência. Detalhe: nas outras oportunidades no Komah, ficamos no balcão, que é bem recomendado caso esteja em casal. Foi o máximo, pois pudemos ver a preparação dos drinks e conversar bastante com os simpáticos funcionários da casa

Avaliação geral: 9,1 / Comida: 9,5 / Ambiente: 8,5 / Serviço: 9,5

Escreva um comentário