Tag

Comidas e comidinhas

Browsing

Arlete: mistura de bar e mercearia com atmosfera agradável

Arlete: a melhor definição do termo petiscar

Arlete: Quinta-feira passada depois do expediente, fui junto com minha esposinha e minhas colaboradoras para um happy hour, e ainda de quebra, comemorar as últimas conquistas da semana. Já passei em frente ao Arlete Bar e Mercearia algumas vezes, e sempre ficava com vontade de entrar e conhecer, mas ainda não havia surgido a oportunidade. Como ainda era um pouco cedo, aproveitamos que estava um pouco vazio para conhecer o lugar. Assim que chegamos e vimos o quintalzinho que eles têm, com cadeirinhas bem charmosinhas, quisemos nos sentar lá, mas para a nossa tristeza rs o local já estava reservado para um aniversário. Foi então que nos sentamos em uma mesa na parte coberta, e estava igualmente agradável. Para começarmos pedimos uma garrafa de vinho branco bem geladinha, olhando as entradinhas do cardápio, ficamos com vontade de todas e então começamos com uma tabuinha de frios, que estava espetacular, ingredientes frescos e de primeira qualidade. Como estávamos em 4 pessoas, a tábua de frios logo acabou, e todos da mesa ainda estavam com fome rs, mas queríamos continuar beliscando e bebendo, por isso escolhemos mais algumas entradinhas para experimentar. Os croquetes de jamón, chorizo e berinjela,  estavam crocantes e sequinhos, o pastelzinho de queijo com tomate e orégano, bom! Minha esposa ainda pediu o crudo de pescado, bem fresco e gostosinho. Enquanto terminávamos essa remessa de pedidos rs, a nossa garrafa de vinho acabou, e decidimos pedir alguns drinques de saideira, não podíamos estender muito a noite, pois, o dia seguinte começaria muito cedo! As escolhas foram ginger fizz, drinque com gin, xarope de gengibre, limão e bitters, e o tanqueray sevilla com laranja bahia, alecrim e bitter caseiro, ambos bem saborosos! Para encerrar a nossa comilança, pedimos o pão de calabresa de fermentação natural, que fiquei de olho desde o momento em que chegamos e pedimos pelo cardápio, e também a tostada de queijo de cabra com tartar de uva, mel de castanhas e hortelã, todas entradas pedidas estavam incríveis, mas estas últimas foram eleitas as melhores da noite. O ambiente do bar com certeza é o diferencial, as horinhas em que ficamos por lá foram muito prazerosas, com certeza voltaremos para experimentar os pratos e apresentar o local para os amigos queridos! 

Terraço Insalata: apresenta opções de pratos para atrair a todos os paladares

Terraço Insalata:  uma alternativa ao badalado irmão mais velho Insalata

Terraço Insalata: sabe quando a semana é bem intensa que ficar em casa para recarregar as energias é a coisa mais atrativa naquele momento? Então…. foi assim que eu e minha esposa passamos nossa noite de sexta- feira, fazendo nada, momento raro em nossas vidas, rs! Acordamos no sábado completamente dispostos, e decidimos ir almoçar no Terraço Insalata. O restaurante oferece massas, risotos, saladas e carnes, não é alta gastronomia, mas comfort food, sabe? E era exatamente isso que eu e minha loirinha estávamos buscando. O que eu gosto bastante de lá é que eles têm uma variedade de pratos enorme, o que é ótimo, pois, fica difícil não agradar a todos os paladares. Ideal também para aquele almoço executivo. Quando chegamos nele, por volta do meio dia – praticamente abrimos o restaurante, rs -, não estava cheio, pegamos uma mesa sem nenhuma dificuldade. Pedimos para entrada a tostada de burrata, que nada mais é que uma deliciosa burrata com abobrinha grelhada, tomate assado e mix de castanhas e amendoins com parma e pesto, não tem como uma combinação dessas ficar ruim, né? Meu prato foi o risoto de camarão com abobrinha, risoto no ponto certo, e camarões também, aliás, sem miséria de camarão, minha loirinha pediu o pintado empanado com purê de beterraba e farofa de couve crocante com bacon, além da apresentação do prato estar linda e colorida, estava delicioso! E encerrando o nosso almoço, como nós não sabíamos o que ainda viria naquele dia, resolvemos maneirar na comilança e dividir uma sobremesa. E quer saber? Super dá para dividir, as porções são bem generosas. Comemos a torta de maçã com sorvete, ela vem em camadas e quentinha, essa combinação do quente com o frio nas sobremesas me agrada muito, estava divino! Depois deste ótimo almoço lá fomos nós, minha loirinha e eu curtir o final de semana bem alimentados!

Mercado Municipal de Pinheiros: ótima oferta de produtos e ingredientes localizado no coração de Pinheiros

Mercado Municipal de Pinheiros: centro de boa gastronomia excelente opção para um passeio no final semana

Mercado Municipal de Pinheiros: Minha esposinha e eu gostamos muito de sair, mas também adoramos curtir nossa casa, e receber nossos amigos nela. E como gostamos de recebê-los muito bem, sempre pensamos nas bebidas e no que vamos servir, nós também, às vezes, nos arriscamos na cozinha. E posso falar? A gente não decepciona, não! Pelo menos nunca reclamaram, rs. Sempre que temos a oportunidade, vamos ao Mercado de Pinheiros, para comprar os ingredientes para os nossos jantares. E neste último sábado não foi diferente, fomos até lá para poder escolher os melhores ingredientes para oferecer uma noite deliciosa aos nossos amigos. O Mercado de Pinheiros fica localizado entre o Largo da Batata e a Teodoro Sampaio. Tem por volta de 40 lojas varejistas, onde você encontra uma variedade enorme de produtos como verdura, frutas, grãos, especiarias, condimentos, laticínios, charcutaria, peixaria, açougue e avícola. Nós gostamos bastante de comprar queijos lá e fazer aquela tábua de frios bem bonita para poder acompanhar o vinhozinho! As carnes e peixes também são de ótima qualidade. Por lá você também vai encontrar restaurantes como Napoli Centrale, Comedoria Gonzales que serve o ceviche mais conhecido de São Paulo, tem o Di Oliva especializado em massas, o  Café Mocotó que serve alguns dos pratos mais conhecidos do chef Rodrigo Oliveira, o C6 hamburgueria que eu já escrevi sobre minha experiência lá aqui no blog. Enfim, é um passeio gastronômico maravilhoso. No segundo andar há um deck ao ar livre, muito legal para aproveitar o entardecer, fazer aquele happy hour com os amigos, ou até mesmo levar aquele amigo, familiar que não é de São Paulo e vem turistar. Nesse dia minha esposa e eu não comemos em nenhum restaurante do mercado, pois, estávamos apressados com as compras, mas sempre que temos a oportunidade nós vamos experimentar um novo. O horário de funcionamento do Mercado de Pinheiros e das 08h00 às 22h00 todos os dias, mas fique atento, pois, as lojas dentro do mercado funcionam de forma independente.

Petí Gastronomia: joia escondida na Pompeia é a melhor opção de comida contemporânea acessível de SP

Petí Gastronomia: pequena casa que se encontra dentro de livraria na Pompeia oferece menu delicioso com entrada, prato principal e sobremesa por apenas R$48

Petí Gastronomia: fazia um bom tempo que eu não voltava ao Petí Gastronomia da Pompeia. E confesso, que em todas as oportunidades por aqui, eu adorei, desde quando fui convidado para conhecer essa joia alguns anos atrás! Ambiente, comida, companhia, tudo perfeito, sempre! Neste sábado, por volta adas 13:30, havia começado a chover, e então demos uma passadinha para ver como estava a famosa fila de espera da casa. Haviam apenas 2 mesas à nossa frente, e então a espera foi rápida. Enquanto isso, ficamos namorando os produtos a venda na bela livraria Pintar Produtos Artísticos, aonde o restaurante se encontra, e a montagem dos pratos na cozinha que fica exposta para o pessoal que fica na espera. Sempre fazemos isso para que possamos escolher os pratos assim que sentamos à mesa. O Petí oferece menu limitado, com 3 opções de entrada, 3 de prato principal e 2 de sobremesa, que muda a cada 15 dias. Custa menos de R$50 por pessoa. É uma barganha, ainda mais se você levar em conta de que se trata de uma das comidas contemporâneas mais deliciosas da cidade. Neste sábado, para acompanhar a comida, elegemos dois chás de fruta, um feito com chá de gengibre e gelo de suco de tangerina, e outro feito com chá de hibisco e gelo de suco de abacaxi com hortelã. Ambos leves e refrescantes. Para a entrada, ambos queríamos pedir a Pannacotta de queijo de cabra, abobrinha, bloody mary e mel defumado sobre massa folhada, que estava divina, porém, para poder experimentar mais sabores, elegemos também a Manjubinha curada com escabeche, picles de chuchu, pimenta Cambuci e dukah, que tinha sabor exótico e marcante. Na sequência, ficamos com o Peixe com crosta cítrica, acompanhado de espaguete de abóbora, coalhada seca, couve de bruxelas e trigo sarraceno, e com a Bananinha na brasa, feito com um corte alto de carne bovina, acompanhado por purê de banana da terra, couve de recheada e farofa de ovo. Todos os pratos até aqui feitos com muito cuidado e esmero. Cada pitada de tempero, cada porção de farofa, ou cada pingo de molho são feitos de maneira cuidadosa e artesanal, assim como manda a cartilha da cozinha minimalista, aonde cada pequeno detalhe conta para a boa apresentação dos pratos e a melhor combinação de sabores e texturas. Não seria exagero comparar os pratos à obras de arte, e é isso, que ao meu ver, garante o sabor incrível de cada prato por aqui. O mesmo pode ser dito em relação a sobremesa. Desta vez, escolhemos o mesmo prato, um Brownie de chocolate, de gosto marcante e textura firme, feito com ganache de bacon, caramelo pecan, chantilly de bourbon e bacon caramelizado. É verdade que a sobremesa não parece óbvia, mas acredite, o sabor estava demais! Ah, já ia me esquecendo de comentar que eles apoiam uma iniciativa muito bacana chamada Drink e Poesia. Os apoios para os copos de drink e bebida trazem belas poesias, que nos distanciam dos celulares e nos aproximam do pessoal que está conosco a mesa. Legal, não? É por estas e outras que recomendo fortemente uma visita ao restaurante, ainda que seja necessário pegar uma filinha!

Avaliação geral: 8,9/ Comida: 9,5 / Ambiente: 8,5 / Serviço: 8,5

Fôrno: casa charmosa no centro de SP tem clima animado e pratos certeiros que surpreendem o paladar

Fôrno: é impressionante a velocidade com que surgem restaurantes incríveis em nossa cidade e o pequeno Fôrno é prova inconteste da sorte que temos por morar por aqui!

Fôrno: Sexta-feira passada, ao sair da aula de Francês no centro da cidade, minha esposa foi ao meu encontro para experimentarmos um novo restaurante pela região. Demos uma passada no Fôrno que fica ali do lado, pertinho do Mackenzie, mas não rolou. A fila de espera era enorme e acabamos desanimando. Viemos então nesta terça, imaginando que não teria fila por ser um dia que costuma ser mais tranquilo para sair. Que nada! Tivemos de esperar 20 minutinhos para conseguir uma mesa, mas devo admitir que a espera valeu cada minuto. O ambiente é super charmoso, o atendimento é simpático, a comida estava divina e para arrebatar, havia música ao vivo para animar e embalar nosso papo até altas horas. O cardápio é curtinho, mas é mais que suficiente. Por sentarmos no balcão, o que particularmente adoro por poder acompanhar os pratos que saem na casa, vimos o famoso sanduíche de Pastrami da casa, que é feito por aqui mesmo, através de um processo cuidadoso e demorado. Poucos minutos depois estávamos saboreando este que é um dos melhores sanduiches da cidade, sem dúvida, montado com pão de campagna, maionese de mostarda e picles de pepino acompanhado por fritas. Demais! Dica, o sanduiche é enorme, então, caso esteja com pouca fome, experimente pedir uma entradinha e dividir o prato com seu amor 😉 Nós estávamos com bastante fome, e eu ainda queria experimentar um das pizzas da casa. Ficamos com a Prosciutto, que traz molho de tomate da casa, scamorza, rúcula, presunto cru, raspas de limão e grana padano. A massa estava no ponto e o sabor, incrível! Eu já estava para pedir a conta, quando descobri que eles serviam por aqui mousse de chocolate. E aí, para quem me segue a mais tempo a conclusão é óbvia. Tive de pedir o mousse, que é a minha sobremesa preferida. Yes, o mousse por aqui é feito com chocolate belga 70% de cacau, ou seja, é um pouquinho amargo, mas as raspas de laranja, a flor de sal, o spray de bourbon, e a consistência acertada me fizeram eleger o doce como um dos meus preferidos aqui pela cidade.

Avaliação geral: 8,7 / Comida: 8,5 / Ambiente: 9,0 / Serviço: 8,5

KOD Steakhouse: hamburgueria moderninha em Pinheiros empolga pelo sabor e autenticidade dos pratos

Kod Steakhouse: mistura de restaurante de carnes despojado e hamburgueria gourmet agrada público e paladar na Vila Madalena

Estes dias estávamos em busca de uma hamburgueria com mais cara de restaurante, sabe? Ou quem sabe de um restaurante de carnes que fosse mais despojado e que estivesse pertinho da nossa casa, que fica na Vila Madalena. Foi então que nos lembramos da KOD Steakhouse Hamburgueria. A casa abriu suas portas recentemente, creio que há menos de 2 anos, e sempre que passamos em frente, o restaurante parece ter muitos clientes, o que sempre é um bom sinal, né? Além disso, a casa participa do querido livrinho 2 em 1, que oferece um prato principal gratuito na compra de outro prato principal. Outro ponto interessante é que a água é cortesia, e caso quiséssemos tomar um vinho, também não haveria a cobrança de taxa de rolha. Legal, né? Bem, mas nada disso valeria a pena se a comida e o ambiente não fossem legais, né?  E não é que a hamburgueria esta mandando bem? Os pratos são autênticos, e o sabor das carnes é ótimo. De entrada, pedimos uma porção de Barriga de porco, que vem toda fatiadinha, com barbecue de açaí. Logo pedimos os pratos principais, mas devo dizer que fiquei com água na boca ao ver outra entrada pedida pela mesa ao lado 😉 Era uma porção de Choripan, feita com linguiça artesanal fatiada, chimichurri e pão naam. Bem, nossos pratos foram um Bife Ancho que vinha com tempero cajun, molho béarnaise e chimichurri e um burguer Babe feito com 160gr de carne da melhor qualidade com queijo brie, maionese de harissa, pickles de cebola roxa, pancetta e tomate fatiado. Ambos os pratos estavam bem temperados e no ponto perfeito. Para fechar a noite, pedimos a Cheesecake brulé feita com queijo da serra da canastra com geleia de morango e hibisco. Delicia! A conta ficou barata, os pratos vieram rapidinho, e o atendimento estava ótimo, o que nos fará voltar em breve por aqui.

Avaliação Geral: 8,0/ Comida: 8,0/ Ambiente: 8,0/ Atendimento: 8,0

Max Abdo Bistrô: casa charmosa e descolada encanta com pratos saborosos e atendimento impecável

Max Abdo Bistro: pequena casa que acaba de comemorar 5 anos nos Jardins, impressiona com ambiente charmoso, atendimento atencioso e pratos deliciosos

Max Abdo Bistro: nesta última segunda-feira, eu estava em busca de um novo restaurante para jantar com minha esposa. Por acaso, ao checar meu facebook, encontrei uma chamada do ótimo blog da VejaSP que dizia que o restaurante Max Abdo Bistrô comemorava 5 anos no dia seguinte, e que devido a essa comemoração, o mesmo serviria um menu completo gratuitamente ao pessoal que fosse prestigiar a casa. Não tive dúvidas e fiz uma reserva nesta casa, que já há algum tempo estava na minha listinha de locais a serem descobertos. E foi exatamente assim que eu me senti. Fazendo uma feliz descoberta! Não digo isso pelo mimo de poder ter comido de graça, mas sim, pelo ótimo pacote que o restaurante oferece. O atendimento, do início ao fim, foi muito simpático e atencioso, sendo que o chef, inclusive, veio a nossa mesa, para nos cumprimentar e saber como estava o jantar. Vimos ele ajudando o pessoal a escolher pratos, e querendo conhecer, de maneira genuína a sua clientela. O ambiente é uma gracinha, todo colorido e descolado, com mesas bem dispostas no salão, pois mesmo neste dia lotado, o salão parecia estar tranquilo. Evidentemente, tudo isso não teria tanto valor, não fosse a comida deliciosa como ela é. Ficamos muito bem impressionados com o acerto e sabor de todos os pratos que comemos. A entrada foi composta por uma polenta com três queijos, que tinha textura acertadíssima e muito sabor, e também por enroladinhos de berinjela e abobrinha com queijo de cabra que eram delicados e saborosos. Experimentamos ainda a salada do chef que trazia folhas verdes com lascas de amêndoas e morangos e uma outra salada verde feita com granola e geleia de abricot. Ambas estavam crocantes e tinham sabor levemente adocicado. Uma delícia!  Em relação aos pratos principais, fiquei maluco ao ver o chef preparando o Tagliatelle dentro do queijo grana padano no salão principal. Foi a melhor escolha que eu poderia ter feito. A massa estava ao dente como deveria ser, e o molho feito com o queijo derretido e creme de leite estava com a concentração ideal para ficar leve e saboroso, sem que fosse enjoativo. O outro prato que pedimos foi a berinjela à parmegiana. Um prato mais leve, e ainda assim, gostoso! Para a sobremesa, ficamos com o brioche assado com frutas, que fechou na medida a nossa noite. Ah, já ia me esquecendo de dizer que os pratos foram acompanhados por um ótimo Carmenere chileno ao longo da noite. Antes de me despedir, eu gostaria de elogiar a ótima estratégia de marketing da casa. Tenham certeza de que voltaremos para provar outros pratos do belo cardápio, e parabéns pelos 5 anos. Torcemos para que muitos outros 5 anos sejam comemorados a frente!

Avaliação geral: 8,7/ Comida: 9,0/ Ambiente: 8,5/ Serviço: 8,5

Pão de queijo: que me perdoem os mineiros, mas sem dúvida os melhores pães-de-queijo são paulistas!

Pão de queijo: não dá para negar que o simples e baratinho pão de queijo é o melhor e mais querido quitute brasileiro, sendo apreciado em todas as regiões

Bem, hoje é um bom dia para falar sobre o pão de queijo, afinal, o que pode ser melhor do que um pãozinho quentinho para começarmos felizes o final de semana? Mas essa história começou ontem a noite, sabe? A gente deitou na cama exausto, porém estávamos com fome? Aí rolou aquele dilema de “dormir ou levantar para comer? Comentamos como seria bom comer um pão-de-queijo quentinho, mas no final, nos rendemos ao sono! Ai, é claro que hoje cedinho acordamos com uma vontade louca de comer pão-de-queijo!

Vila Grano

Fomos tomar café da manhã bem pertinho de casa, na Villa Grano. Eles servem um pãozinho-de-queijo com catupiry que é tudo de bom! Mais tarde, fomos até a PÃO – Padaria Artesanal Orgânica, que oferece diversas versões do quitute mineiro, como o Gougère, que leva queijo francês e tomilho!

Padaria Artesanal Orgânica

No final do dia, fizemos o supermercado da semana no StMarchê, e aproveitamos para comer o pão-de-queijo da padaria deles que é balanceado na proporção de queijo e polvilho, e bem crocante! Para terminar esta maratona, levamos um pacote de pão de queijo congelado, o Formaggio Mineiro, feito com queijo da canastra e outros ingredientes de primeira.

Formaggio Mineiro

Rotisserie Argentina O Buteco: casa surpreende ao servir a melhor e mais barata empanada da cidade

Rotisserie Argentina O Buteco: pequeno estabelecimento, escondido na Vila Gumercindo, impressiona com ambiente aconchegante e comida argentina de primeira

Rotisserie Argentina O Buteco: segunda-feira passada foi mais um daqueles dias que eu estava encontrando dificuldade para encontrar um novo restaurante, que fosse bacana e que estivesse aberto. Foi então que eu me lembrei da indicação de uma querida seguidora que falava super bem do “Buteco Argentino” , que para minha sorte, abria as segundas. O único detalhe é que ele fica na Vila Gumercindo, ou seja, fora de mão para alguém que mora na Vila Madalena! Ainda assim, sai do trabalho e fui direto para lá. Porém, como trabalhei até tarde nesta noite, acabei chegando na casa quase as 10 da noite, ou seja, 10 minutos antes do seu fechamento. Meu desafio era convencer o pessoal a me deixar comer por ali em espaço tão curto de tempo, pois esta seria a única maneira que me permitiria fazer uma avaliação completa. E não é que o simpático atendente Uruguayo me disse que tudo bem? Perfeito! Pedi sugestões de pratos rápidos que fossem muito saborosos. Ele me indicou 3 empanadas, sendo a do Chef, a 3 queijos e a Paulista. Segui à risca a sua sugestão e ainda pedi um doce argentino que só comi quando cheguei em casa.  Depois de experimentar estes pratos, não tenho medo de afirmar que esta pequena e despretensiosa casa serve as melhores empanadas da cidade. A massa é leve, os recheios bem temperados, a temperatura é perfeita e o frescor é fácil de ser notado e sentido.  A do chef leva fraldinha picada, cebola pluma, azeitona verde, ovo cozido, uva passa, salsinha e cominho. Seu gosto é adocicado devido as passas, e a textura e o sabor da carne são incríveis, e por isso eu a elejo como a melhor empanada de São Paulo. Eu ainda comi a Paulista que é feita com calabresa, cebola, e muçarela branca. Perfeita! Finalmente, experimentei a de 3 queijos, que mistura muçarela, parmesão e roquefort, que estava muito gostosa, mas que não chegou a empolgar tanto quanto as outras duas. Para ter um experiencia verdadeiramente argentina, pedi uma cerveja Quilmes, que harmonizou com perfeição o jantar. A sobremesa, uma panqueca ou torta argentina – confesso que não sei exatamente como se chama – foi devorada assim que cheguei em casa, devido a propaganda de que era feita com doce de leite argentino “La Sereníssima”, além de bolacha e chantili. O ambiente é bem simples, porém simpático e acolhedor. Por este motivo, a casa lota aos finais de semana, até mesmo porque o clima convida para um encontro com uma turma de amigos maior, sabe?. O atendimento é honesto e gentil, porém quero voltar novamente, em um momento mais cheio, para avaliar melhor este ponto e também para experimentar outros pratos do cardápio, que davam água na boca. Creio ter descoberto uma joia escondida, e por isso, reitero a indicação para que conheçam a casa, especialmente se você morar nos bairros vizinhos da Saúde, Ipiranga, Vila Mariana e Praça da Árvore

Avaliação geral: 8,6/ Comida: 9,0/ Ambiente: 8,5/ Atendimento: 8,0