Dionysos: “o lugar do vinho descomplicado para beber e para levar” é o mote deste pequeno e charmoso winebar na Vila Madalena que vale a pena ser descoberto

Dionysos: ultimamente estou no maior namorinho com a minha esposa! Então, tudo é desculpa para gente sair e conhecer locais mais românticos, sabe? Estávamos procurando um winebar aqui na Vila Madalena, pois o nosso querido Red Buteco de Vinhos, que tanto gostamos e que fica do lado de nossa casa, deixou de funcionar como bar permanente para abrir exclusivamente em dias de eventos. Buscávamos um local despojado, desencanado, mas que servisse vinhos bacanas à preços razoáveis. E o Grubster nos salvou mais uma vez, pois nos possibilitou conhecer o simpático Dionysos aqui na Vila Madalena, e ainda com desconto de 30%, que deixou a conta bem baratinha. A casa é bem pequenina, mas é decorada com muito capricho. Haviam mesas na parte externa, que recomendo para dias mais quentinhos e mesas na parte interna, que oferece clima mais intimista. Neste dia, tinha música ao vivo, composta por uma dupla de voz e violão, que deixava o clima alegre e romântico, sabe? O público era formado por uma galerinha jovem, tanto por grupos de amigos em papo mas animado na área externa, como por casais de namorinho na área interna, aonde ficamos. Nos sentamos em um sofá que tinha uma mesinha na frente, perfeito para namorarmos embalados pelas ótimas garrafas de vinho da casa. Quem nos atendeu foi um dos proprietários, o Tafael, que é sommelier, e que trabalhou na equipe do restaurante Manioca. Ele percorreu a pequena adega que fica aberta ao público conosco para nos auxiliar na escolha do vinho branco da noite. Os preços eram ótimos e haviam boas opções. O cardápio era limitado, mas bem pensado, e as comidinhas que experimentamos estavam uma delícia. Ficamos com a tábua mista, que era bem servida para um casal, e trazia queijos e embutidos saborosos e de muita qualidade e pão fresquinho. Vimos a porção de bruschetta e a de batatas rústicas passarem a nossa frente, e ficamos com água na boca. Mas ficará para uma próxima oportunidade, assim como a apetitosa polenta com damasco, gorgonzola e nozes servida na casa. Como você pode perceber, a ideia da casa é servir uma comidinha gostosa e descompromissada, feita pelo Marcos que é o outro sócio da casa, para acompanhar os ótimos vinhos servidos por ali. Para fechar a noite, experimentamos a única sobremesa do cardápio, que era um brigadeiro de colher com nozes, que tinha textura e sabores incríveis! Fomos embora com aquela sensação de termos descoberto um pequeno tesouro, pois não dá para não ficar muito bem impressionado por aqui.

Avaliação geral: 8,6/ Comida: 8,0/ Ambiente: 8,5/ Bebidas: 9,0

Escreva um comentário